Santos faz lição de casa, bate o Goiás e segue no G4 do Brasileirão

O Santos superou o Goiás por 3 a 1 no fim da tarde deste domingo (18), alcançando a marca de onze vitórias seguidas na Vila Belmiro pelo campeonato brasileiro de 2015. A equipe segue no G4, com 49 pontos e a segunda melhor campanha do 2º turno.

ricardo oliveira e lucas lima no santso

Ricardo Oliveira comemora um de seus gols com Lucas Lima (Ivan Storti/Santos FC)

Tratava-se de um jogo chave, já que rivais diretos do Alvinegro na disputa como Palmeiras, Internacional e Ponte Preta haviam vencido. Além disso, o Peixe contava com desfalques na defesa, com David Braz suspenso, Gustavo Henrique contundido e Victor Ferraz com lombalgia. Gabriel também não entrou em campo em função da expulsão contra o Grêmio. Mesmo assim, os donos da casa se impuseram desde o começo, mostrando a intensidade que tem caracterizado o time nas mãos de Dorival Júnior.

Aos 14 minutos, a partida já estava 2 a 0 para o Santos, que marcou com Werley, em cruzamento de Daniel Guedes, e Ricardo Oliveira. Este segundo gol foi típico do modo de jogar alvinegro: marcação-pressão na saída de bola do adversário, com Leandro recuperando a posse e o lance sobrando para o artilheiro da competição fazer.

Com tranquilidade, o Peixe fez a bola rodar, superando a tentativa goiana de marca a bola no campo santista, cansando os rivais. A paciência foi premiada no final do primeiro tempo em jogada que teve início com Lucas Lima, em sua centésima partida com a camisa alvinegra, no lado direito, que cruzou na área para Marquinhos Gabriel dar uma bela assistência de letra para o segundo gol do Nove da Vila na partida, seu 19º no Brasileirão.

A vantagem fez com que o Santos relaxasse na etapa final, algo relativamente natural, ainda mais pela forma com que a equipe atua. Algo parecido já aconteceu em outras ocasiões, como no duelo contra o Figueirense no Pacaembu, válido pela Copa do Brasil. A entrada de Lucas Coelho também melhorou o meio de campo do Goiás, que passou a criar oportunidades que não conseguiu no primeiro tempo.

Os esmeraldinos chegaram ao gol ao 4 minutos, em finalização desviada no meio do caminho de David. Se o ímpeto dos visitantes cresceu, a carência técnica dos jogadores ficou evidente nas chances criadas e o Santos prosseguiu levando perigo à defesa rival. O Alvinegro fez o suficiente para assegurar a vitória e ainda contou com a entrada de Geuvânio, 40 dias após sua contusão, que deve ser pra lá de útil na reta final do Brasileiro e na Copa do Brasil.

Na quarta-feira, contra o São Paulo no Morumbi, pelas semifinais da Copa do Brasil, o time deve contar com a volta de David Braz e Gabriel. No sábado (24), tem mais Brasileiro contra o Figueiresne, primeiro adversário de Dorival quando reassumiu o time. Fortes emoções.

Deixe um comentário

Arquivado em futebol, Santos, Século 21

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s