Arquivo da tag: Marquinhos

Santos joga pro gasto, supera Figueirense e enfrenta São Paulo nas semis da Copa do Brasil 2015

O Santos bateu o Figueirense no Pacaembu, em partida válida pelas quartas de final da Copa do Brasil. A equipe não fez uma grande apresentação, algo compreensível dada a maratona enfrentada pelos comandados de Dorival Júnior. Um 3 a 2 justo, com um adversário que valorizou a vitória.

Se o Figueirense veio para o Pacaembu com o chamado “time alternativo”, o Santos teve desfalques importantes na partida. Lucas Lima E Victor Ferraz não foram a campo, lesionados, e Geuvânio segue em recuperação. Mas o Alvinegro contou com um 12º jogador fundamental. A torcida desde cedo fez a festa no estádio paulistano, ainda que a desorganização tenha ocasionada filas imensas do lado de fora, atrasando a entrada dos torcedores.

Gabigol celebra

Gabriel, o cara do jogo. E só precisou atuar um tempo…

Como esperado, o Figueira veio retrancado, mas buscando também apertar a saída de bola santista com três atacantes. O problema é que esse tipo de esquema, sem compactação, dá espaço entre os atacantes e a intermediária, e alguns jogadores santistas pegavam a bola com liberdade, como Renato, que buscou enfiadas de bola à frente, em especial para Gabriel.

O menino, inspirado, era quem mais dava trabalho à defesa catarinense, assim como Marquinhos Gabriel. O meia, com Rafael Longuine entre os titulares, fez a função de Lucas Lima, se movimentando por todo o campo. Nada mais natural que os gols saíssem da dupla. Primeiro com um lançamento de Marquinhos para Gabigol, que colocou por baixo das pernas de Felipe para marcar aos 20. Depois, um incrível passe de trivela do garoto, que devolveu o presente para Marquinhos fazer de cabeça aos 28 Com o tento, Gabigol se tornou o maior artilheiro do Santos na Copa do Brasil junto com Neymar, com 13 gols, e fez o seu sexto na edição de 2015, chegando também ao topo dos artilheiros.

O Peixe ainda sofreu um gol aos 37 do primeiro tempo, em cobrança de escanteio pelo lado direito. Bruno Alves anotou em uma falha de marcação e um pouco também do goleiro Vanderlei, já que foi uma bola no canto em que estava. Com a vantagem, a missão dos visitantes ficava bem mais difícil…

E ficou ainda pior com o gol aos 2 minutos de Neto Berola, que entrou após o intervalo no lugar de um apagado Longuine. Com 3 a 1 logo no início da etapa final, os jogadores naturalmente relaxaram e o Figueirense chegou a criar oportunidades, todas desperdiçadas por uma cominação de nervosismo e falta de técnica mesmo. Dorival ainda colocou Serginho no lugar de Gabriel e Marquinhos substituindo Marquinhos Gabriel.

O Figueira ainda chegou ao segundo gol com Carlos Alberto (aquele), aos 41, e até deu até algum medo ao torcedor mais cauteloso do Peixe. Mas a classificação era nossa e agora é enfrentar o São Paulo nas semis da Copa do Brasil.

1 comentário

Arquivado em futebol, Santos, Século 21

Avaí X Santos, conheça um pouco mais o adversário do Alvinegro na estreia do Brasileirão 2015

O Avaí volta à Série A após três anos de sua queda e, embora tenha feito uma campanha decepcionante do campeonato catarinense, tendo que disputar um quadrangular para escapar da segunda divisão do estadual, o momento do clube agora é outro.

Desde que Gilson Kleina assumiu o time, o Avaí ainda não conheceu derrota. São seis partidas, com quatro vitórias em dois empates. Entre elas, uma vitória sobre o rival Figueirense em partida disputada pela Copa do Brasil, 1 a 0, na última quarta-feira. Além disso, o clube apresentou cinco reforços na última semana, todos já com condições de jogo: Nino Paraíba, Everton Silva, Romário, Juninho e Rudnei.

Mas, sejamos francos, já que esse é um site santista. Se o Peixe quiser fazer uma campanha melhor do que as dos últimos anos no campeonato brasileiro, tem que quebrar a escrita de não vencer na estreia do Brasileiro desde 2005 e começar a competição com vitória, ainda que o jogo seja na Ressacada.

Aliás, mesmo em partidas disputadas na casa do adversário, o Alvinegro leva vantagem no confronto direto. São quatro pelejas com duas vitórias peixeiras, um empate e uma derrota. No geral, o Santos tem cinco vitórias sobre a equipe catarinense, três empates e duas derrotas em dez jogos.

Marquinhos, ex-Santos, é o líder do Avaí no Brasileiro 2015
Marquinhos, ex-Santos, é o líder do Avaí no Brasileiro 2015

Um velho conhecido no Avaí: Marquinhos

O Avaí conta com uma figura bem conhecida o torcedor santista. Marquinho, ou, para o torcedor avaiano, M10, é o líder da equipe em sua quarta passagem pelo clube que o revelou como profissional em 1999.

Hoje com 30 anos, Marquinhos vestiu a camisa do Santos em 2010, tendo boas atuações no belo time de Dorival Júnior naquele primeiro semestre. No final do Brasileiro daquele ano, no entanto, um episódio polêmico. Na peleja entre Santos e Avaí, na última rodada da competição, o Peixe já não tinha qualquer pretensão no campeonato, enquanto os catarinenses lutavam para escapar do rebaixamento. Após abrir 2 a 0, o Alvinegro tomou a virada, com três gols do meia Caio, e Marquinhos, então no Peixe, foi filmado em um camarote chorando pelo time do seu coração ter se salvado na Ressacada. Em seguida, foi emprestado para o Avaí.

Em sua última partida, contra o rival Figueirense pela Copa do Brasil, foi pego dando uma joelhada em um meio a um “bolo” de jogadores (confira o vídeo aqui).

Prováveis escalações de Avaí e Santos

Avaí X Santos

Avaí

Vagner; Pablo, Antonio Carlos, Jéci e Eltinho; Uelliton e Adriano, Renan Oliveira e Marquinhos; Anderson Lopes e André Lima. Técnico: Gilson Kleina

Santos

Vladimir; Victor Ferraz, David Braz, Werley, Chiquinho; Valencia, Renato, Lucas Lima; Geuvânio, Ricardo Oliveira, Robinho. Técnico: Marcelo Fernandes

Deixe um comentário

Arquivado em futebol, Santos, Século 21

Neymar enfrenta o Oeste, seu primeiro adversário como profissional

Neymar estreia contra o OesteO Oeste, adversário de hoje do Santos, não tem um bom retrospecto contra o Alvinegro Praiano. Houve cinco partidas entre os dois, todas válidas pelo campeonato paulista, e a equipe do interior nunca venceu: foram quatro vitórias peixeiras e um empate. Mas há outro motivo que faz do confronto algo especial para o torcedor. Foi contra o Oeste, em março de 2009, que Neymar fez sua primeira partida como profissional.

Há algum tempo já se falava de Neymar na Vila Belmiro. Não era para menos já que, aos 15 anos, ele já valia US$ 25 milhões. A pressão pela sua estreia se fazia maior em função da má fase do clube, que vivia o ocaso da gestão Marcelo Teixeira. O time tinha lutado para ficar longe do rebaixamento do Brasileiro de 2008 e Vágner Mancini estava no comando em 2009 para trazer o Peixe de volta à disputa de títulos. Ainda que o técnico, que substituiu Márcio Fernandes, não tenha sido o treinador dos sonhos da torcida, não fez firulas auto promocionais como outros na estreia do menino de ouro da Vila, e ainda levou o Peixe à decisão do Paulista daquele ano.

Pouco antes de sua entrada, aos 11 do segundo tempo no Pacaembu, Neymar já provocava um frisson na carente torcida peixeira. Quando entrou, no lugar do colombiano Molina, o garoto mostrou personalidade, bons dribles, e colocou fogo na peleja. O Oeste tentou estragar a estreia do menino, mas o Peixe saiu com a vitória por 2 a 1, com boa atuação de Madson. Confira abaixo como foi o jogo.

E foi contra o Oeste também que outro ídolo da torcida estreou, um ano depois. Arouca fez sua primeira partida pelo Peixe entrando no lugar de Marquinhos na etapa final.

1 comentário

Arquivado em Ídolos, futebol, História, Santos, Século 21